20.8.08

Declarações xenófobas de Vanessa Fernandes

A única atleta medalhada - portuguesa de sete costados - Vanessa Fernandes arrisca-se que o Comité Olímpico português lhe confisque a medalha de prata para compensar o investimento de 14 milhões de euros feito para a preparação dos mais de setenta turistas aos Jogos Olímpicos na China.
Porquê, interrogam-se os meus prezados e pacientes leitores. Porque disse de caras e de caretas para quem a quis ouvir que
"representar o nosso país num evento como estes não é brincadeira. Há que ter consciência das coisas. Para mim, ou isto é a sério ou então não vale a pena. Quando vamos competir, devemos saber que fizemos tudo para estar no máximo nesse dia. Foi essa a minha responsabilidade".
"Acho que falta (atitude). Falta mesmo. Terem um pouco a consciência do que é um evento como estes. Isto tem de vir mesmo do coração e não sinto muita gente a vir (para os Jogos) com isso cá dentro. Vêm cá e... pronto. Olha, está feito. Aqui tens de competir a fundo, mas isso é que é difícil" e "Como não assumem a responsabilidade deles, começam a julgar coisas exteriores. A desculpar-se ou a criticar alguém ou alguma coisa. É patético. É a pior coisa que um atleta pode fazer".
"A alta competição não é brincadeira nenhuma. Não é fazer meia dúzia de provas, andar a receber uma bolsa e está feito. Muitos não vêem bem a realidade das coisas. Não têm a noção do que isto significa. Se calhar por termos facilidades a mais".
Só pelas verdadeiras, sinceras e polémicas declarações que fez é merecedora de uma medalha d`ouro!
É assim mesmo, Vanessa Fernandes!

4 comentários:

Raio disse...

Num país onde todos se desculpam dos proprios erros com as desculpas mais esfarrapadas, é bem normal que os atletas, como portugueses que são, sigam o mesmo caminho.
No entanto não deixa de ser interessante que num país onde as pessoas não praticam desporto e muitos nem fazem coisa nenhuma tenham tanto àvontade a criticar o trabalho dos atletas.
E antes de criticar estes desportistas não devemos esquecer por exemplo Fernando Mamede que foi um grande recordista e que nunca nos trouxe uma medalha olípica, facto que não colocou em causa a sua brilhante carreira.
Também não deveremos esquecer as declarações do Presidente do COP que veio pressionar os atletas de uma forma estúpida, tão estupida que deveria ser demitido imediatamente a seguir a ter proferido as barbaridades que proferiu dado que veio pressionar os atletas. E talvez o mau resultado de Naide tenha sido um reflexo disso mesmo.
Saudações Bloguisticas
Raio do Blogue Trovoada Seca em http://Trovoadaseca.blogs.sapo.pt

Claras o contestatário disse...

Ouvimos atletas a dizer coisas, que bradavam aos céus
"caminha e de perna estendida é onde eu queria estar"
Ao menos ter a decência de não o dizer.
Não percebo que não se possam pressionar os atletas.
O que teria acontecido se não o tivessem sido....

C0XINHA disse...

Sinceramente, não percebi onde se encontra a xenofobia nos comentários da Vanessa Fernandes...

nonas disse...

Cara Coxinha (nome giro),
era uma forma de ironia.
A minha amiga tem toda a razão, pois não há qualquer xenofobia nas declarações da atleta.
Eu que gozei com o género da imprensa (des)informativa, que me espantou de não as considerar como tal.