4.8.08

Alexandre Soljenitsine: 1918-2008

Faleceu Alexandre Soljenitsine. Galardoado com Prémio Nobel da Literatura, em 1970, com a sua obra Arquipélago de Gulag, foi homem que desmascarou o concentracionarismo soviético, vulgo Gulag, onde durante anos viveu o horror dos campos de concentração soviéticos. Libertado e expulso da União Soviética em 1974 como traidor, exilou-se na Alemanha, na Suíça e mais tarde teve bilhete de avião para a outra pátria da liberdade, os EUA, onde viveu e percebeu que eram o outro lado da mesma moeda. O capitalismo estatal e capitalismo liberal, sob o controle do judaísmo internacional.
Regressou à pátria russa após o fim do comunismo e tornou-se neste últimos anos consultor de Putin.
A ostracização cultural, no Ocidente livre e democrático, teve-a em 2000 com a publicação do seu último grande livro: "Duzentos anos juntos" onde denunciava a influência dos judeus na sociedade russa e o papel fundamental e decisivo na revolução bolchevique.

3 comentários:

Anónimo disse...

Só agora passei no seu Blog. Acabei de escrever no Odisseia o que poderia ter escrito aqui, relativamente a A.S.
Na sua frase "... a face da mesma moeda", está dito tudo sobre estes dois mundos. Hipòcritamente sempre fingiram estar em confronto, mas na realidade sempre se completaram. E agiram em benefício comum secretamente.
Maria

Carlos Portugal disse...

Precisamente, Cara Maria! Como sempre, um comentário de uma agudeza de espírito extraordinária.

Cumprimentos.

Anónimo disse...

Obrigada, Carlos. É igualmente um prazer ler os seus excelentes comentários. Cumprimentos também para si.
Maria